“Ditadores? Na boa”: Trump provoca críticos, realçando estar disposto a trabalhar com todos em benefício dos EUA

Filed under: Ocidente |

Trump afirmou que os líderes mundiais fazem fila para ir aos EUA, pois é onde tudo acontece, acrescentando estar disposto a negociar com todos eles, mesmo com ditadores, para que a América prospere.

“Encontro-me com os líderes dos países tal qual chegam: reis e rainhas; primeiros-ministros; presidentes… e ditadores. Encontro-me com todos”, disse Trump à tribuna do prestigiado Clube Económico de Nova Iorque, fazendo com que os ilustres convidados rissem.

“Qualquer um que queira entrar. Ditadores? Na boa. Venham. O quer que seja melhor para os EUA. Queremos ajudar o nosso povo”, continuou após uma curta pausa.

As palavras de Trump foram uma clara provocação aos seus críticos, que o acusaram de se reunir com “ditadores” por causa das suas cimeiras com Kim Jong Un da Coreia do Norte, Xi Jinping da China e o russo Vladimir Putin.

Todos esses líderes mundiais dirigem-se à América para se encontrar com ele porque “querem estar onde tudo acontece. Tudo acontece aqui. Não há comparação possível com mais ninguém. Mais nenhum país se compara”, explicou o presidente.

E quando chegam, “a primeira coisa que dizem é invariavelmente: ‘parabéns pela vossa economia’”, reiterou.

Trump esteve em palco durante mais de uma hora, elogiando o sucesso da economia dos EUA sob o seu governo, incluindo o baixo desemprego, o aumento dos ordenados e o aumento da confiança dos consumidores.

© RT.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *